Apae de São João del-Rei realiza Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2018

Fórum Municipal discute o tema “Acessibilidade Urbana e na Educação”

Começaram na última terça-feira (21), as comemorações da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2018,  uma iniciativa da Federação Nacional das Apaes (Fenapaes) com o objetivo de ampliar o debate e a reflexão a respeito da igualdade e inclusão. O tema “Família e pessoa com deficiência, protagonistas na implementação das políticas públicas” destaca a importância da participação familiar na busca pelos direitos das pessoas com deficiência.

O Conselho Municipal dos Direitos da  Pessoa com Deficiência promoveu o Fórum Municipal com o tema “Acessibilidade Urbana e na Educação”, realizado na última quarta-feira (22), às 18 horas, na Associação de Pais e Amigos do Excepcionais (APAE) de São João del-Rei. Alunos da Apae abriram o evento com uma apresentação cultural. As palestras foram ministradas pelo mestrando em psicologia Orisvaldo Silva e pela professora do curso de arquitetura e urbanismo da Universidade Federal de São João del-Rei, Fernanda Corghi.

Para a presidente do Conselho, Mercione Conceição (48), “Achamos muito importante trazer o fórum dentro da semana dedicada às pessoas com deficiência, para assim, levarmos à frente e discutirmos os nossos direitos”, apontou. Murilo Haddad (52), é cadeirante e membro do Conselho. Para Haddad, a discussão da acessibilidade é urgente e necessária. Segundo ele, o Conselho tem a função de buscar melhorias para as pessoas com deficiência “Temos muitos deficientes em nossa cidade, que não conseguem se integrar, socializar ou estudar. Podemos atuar de diversas maneiras, como por exemplo, o Conselho pode levar propostas à prefeitura para melhorar a questão da acessibilidade”, afirmou.

De acordo com o funcionário público, André de Paiva (30), nas cidades pequenas a questão da acessibilidade ainda é pouco discutida, o evento possibilita troca de experiências e aproximação entre as pessoas com deficiência, “O evento coloca as pessoas frente a frente, permite a criação de laços entre elas e entre seus representantes”, disse. Para esse servidor, “o problema é que o contexto legal, não se converte em prática social. Muitas vezes os direitos garantidos por lei, não são efetivamente exercidos. É preciso conscientização para se ter uma sociedade inclusiva”, destacou.

A programação da semana dedicada às pessoas com deficiência vai até o dia 28 de agosto.

Para maiores informações, acesse a página da Apae no Facebook.

Texto/VAN: Carla Marques
Foto/VAN: Carla Marques

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*